Tipos de Dor

A dor aguda é intensa e perdura um tempo relativamente curto. É mais um sinal de que o corpo está sendo ferido de alguma forma. Esta dor geralmente desaparece com a cicatrização do ferimento.

A dor crônica ou persistente perdura por um longo período de tempo. Pode variar de leve a severa. A dor crônica pode atrapalhar a vida do paciente se não for bem tratada.

Existe um terceiro tipo: alguns pacientes com dor crônica que é controlada com analgésicos podem ter dor disruptiva. Isto é, quando dor moderada a severa se manifesta repentinamente apesar da medicação. É comum em pessoas com dor crônica que estão sendo tratados com medicamentos opioides. 

Escala visual da dor >
Fitoterapia no tratamento da dor >

Tipos de Dor

Progressão da Dor

Pessoas com dor, muitas vezes, percebem que sua dor muda ao longo do dia. A dor crônica (dor que dura mais de 3 meses) têm 2 tipos de dor – dor persistente (ou crônica) e dor disruptiva.  A dor persistente é uma dor que não vai embora, mas geralmente pode ser controlada com medicamentos administrados em intervalos regulares. A dor disruptiva é a dor que não é controlada pelas doses regulares de analgésicos. 

A dor disruptiva é um sinalizador de que a dor se apresenta apesar de estar tomando analgésicos regularmente para controlar a dor persistente. Chama-se dor disruptiva porque “rompe” o alívio da dor que se sente com analgésicos. 

A dor disruptiva pode ser diferente em cada pessoa, e geralmente o paciente não consegue saber quando isso vai acontecer. Como regra, aparece de forma rápida, dura entorno de uma hora e a sensação é muito parecida com a dor persistente, exceto que é mais intensa. Pode acontecer várias vezes ao dia, mesmo quando a dor crônica é controlada com medicamentos. 

A dor disruptiva como mostrada no gráfico acima aparece em picos durante o alívio da dor persistente, este tipo de dor é muito variável e não pode ser prevista. 

A dor disruptiva tem a mesma causa que a dor persistente. Algumas pessoas têm dor disruptiva ao fazer uma determinada atividade, como andar ou se vestir. Para outros, isso acontece inesperadamente sem nenhuma causa específica. 

Tratamento da dor disruptiva

A dor disruptiva é tratada com analgésicos que atuam rapidamente e por um curto período de tempo. Eles são geralmente tomados por requerimento necessário, o que significa que devem ser usados quando você sentir que a dor piorou. Essas drogas de ação curta (às vezes chamadas de medicamentos de resgate) agem mais rapidamente do que aqueles usados para dor persistente e ficam no organismo por um tempo menor, causando menos efeitos colaterais. 

Compartilhe a informação
Tratamento Dor DF
Tratamento Dor DF

Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília-DF, atua principalmente no tratamento da dor. Temos médicos e fisioterapeutas especialistas.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *